17 Outubro, 2019 13:57

Projeto do curso de Espanhol da Uespi registra vida de moradores e trabalhadores de Teresina

Professor e alunos do curso de Letras- Espanhol criaram o projeto de extensão "

Professor e alunos do curso de Letras Espanhol, campus Poeta Torquato Neto, da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) criaram o projeto de extensão "Engloba", que  consiste em criar um espaço virtual para que os alunos possam colocar as histórias de vida de pessoas que trabalham em áreas que, segundo o autor do projeto, parecem  "invisíveis" a outras atividades mais reconhecidas, em Teresina. As entrevistas são feitas em português e o texto escrito na língua espanhola.

Com um olhar social, a atividade procura promover nos alunos de Letras Espanhol o letramento midiático e também crítico em relação a certos grupos que moram e trabalham na cidade. Ao todo, são 12 pessoas que participam do projeto e que aprendem o conteúdo do curso de Letras-Espanhol também  fora das salas de aulas.

Até o momento, o Engloba já entrevistou sapateiros da praça Rio Branco, lavadores de carro da avenida Maranhão, coveiro do Cemitério São José, auxiliares de limpeza da Uespi, verdureiros do mercado Central, flanelinhas da praça da Bandeira, agricultores do rio Parnaíba, garis do Centro de Teresina e artesãs do Polo Cerâmico do Poty Velho.

Segundo o organizador da ação e professor do curso de Espanhol da Uespi, José Cledinaldo dos Santos, o projeto estimula o posicionamento crítico dos alunos, assim como promove o desenvolvimento no aspecto social. "Com o Engloba, nossos alunos saem dos muros da universidade e tentam compreender um pouco sobre a realidade de cada profissão. Certamente, isso favorece o reconhecimento dessas pessoas e instiga os estudantes sobre os aspectos da língua espanhola e letramento midiático", explicou.

Para a acadêmica do sexto período de Letras- Espanhol, Maria Clara Soares, desde a primeira história contada no projeto, seu olhar e impressão mudaram em relação a essas pessoas. "Além de proporcionar uma visão mais humana, o Engloba mostra o quanto as redes sociais e o próprio blog estão à nosso favor. Com isso, passamos a ter uma visão de uso consciente e saudável dos recursos tecnológicos", finalizou.

Autoria: Arnaldo Alves
Tags: